Sebrae Play | Trabalhar sem estoque

Adicionado ao carrinho


Investimento:
R$ 0,000 x R$ 0 sem juros
logo

Adicionado ao carrinho


Investimento:
R$ 0,000 x R$ 0 sem juros

Estratégia e Gestão

Artigo
Artigo

Trabalhar sem estoque

Conheça as principais formas de trabalhar sem estoque

Publicado em
17/08/2023 19:26

Tempo de
leitura: 4min

Sebrae Minas - Trabalhar sem estoque
Conheça as principais formas de trabalhar sem estoque

A constatação de que estoques representam um grande custo para nossas empresas sempre nos leva a quebrar a cabeça sobre sua gestão e seu controle. Realmente, estoque pode ser dinheiro empatado e, muitas vezes, um dinheiro que não temos ou que pode fazer muita falta.

Mas seria possível trabalhar sem estoque? A resposta para essa pergunta é sim e com algumas opções. De cara, podemos dizer que trabalhar sem estoques traz consigo uma série de vantagens, principalmente se pensarmos na menor necessidade de investimento em um item que consome muito capital. Reduzir estoques (ou mesmo eliminar) acaba reduzindo a necessidade de capital de giro da empresa.


 
 


 

Quais as formas de se trabalhar sem estoques?

O método clássico, amplamente discutido em toda a literatura de gestão empresarial quando se fala em estoque zero é o modelo just-in-time. Mais comum no setor industrial, o just-in-time pode ser traduzido como “exatamente no tempo”. Pressupõe, em um processo produtivo, por exemplo, que meu fornecedor fará chegar até a minha empresa um determinado insumo exatamente na hora em que minha produção precisa dele. 

Isso faz com que eu não tenha estoques (alguns pregam a existência de um estoque mínimo, como segurança). O just-in-time pressupõe uma forte relação de parceria com fornecedores e até mesmo interligação de sistemas de informação, para que o fornecedor saiba exatamente quando produzir e me enviar.

Mas e se eu sou um pequeno varejo, também posso trabalhar sem estoques? A resposta também é sim e as opções principais estão explicadas a seguir.

A primeira delas é o Dropshipping. Esse é um nome que está na moda, principalmente no comércio online dos últimos tempos. Nessa modalidade, faço a venda, recebo o pedido e passo para o fornecedor. É ele o responsável por estocar e expedir os produtos diretamente ao cliente. Nada passa pela empresa que, assim, não precisa ter estoques.

Uma segunda opção é o fortalecimento da relação de parceria com fornecedores: o fornecedor vai separar itens para você com a frequência que precisa, com menor risco de faltar e sem grande necessidade de investimento em estoques. Além disso, uma relação de parceria significa frequência de compras, o que vai acabar ajudando você a ter custos de aquisição mais baixos.

Outra opção é trabalhar com vendas por encomenda (de acordo com a demanda): você anuncia os produtos e, ao receber pedidos, compra de seu fornecedor. Nessa hora, você cuida do recebimento, embalagem e expedição ao seu cliente. Uma vantagem aqui é o menor tempo em que o produto fica em sua posse em relação aos modelos tradicionais de estocagem.

Por fim, não dá para esquecer que uma maneira de trabalhar sem estoques é vendendo produtos digitais. Como exemplo, podemos citar os e-books, cursos online ou diversos tipos de serviços. Eles não precisam ser estocados, o que é uma grande vantagem para sua gestão financeira.

E você, consegue pensar em alguma dessas opções aplicadas em seu negócio?

Dúvidas? Conte com o Sebrae! Fale com um de nossos especialistas no Atendimento Online, ligue para nossa Central de Atendimento no telefone 0800 570 0800 ou visite a Agência de Atendimento mais próxima.

Publicado em 17/08/2023 19:26

Tempo de leitura: 4min

Autores

Veja outros conteúdos sobre: Estratégia e Gestão
Lines
Central de Atendimento:
0800 570 0800

Copyright 2020 - SEBRAE MINAS

Logo Sebrae PlayLogo Sebrae