Sebrae Play | Empreendedorismo e autoconhecimento: a sua empresa no caminho certo

Adicionado ao carrinho


Investimento:
R$ 0,000 x R$ 0 sem juros
logo

Adicionado ao carrinho


Investimento:
R$ 0,000 x R$ 0 sem juros

Empreendedorismo

Artigo
Artigo

Empreendedorismo e autoconhecimento: a sua empresa no caminho certo

Saiba como o empreendedorismo e autoconhecimento caminham juntos para o sucesso de um negócio

Publicado em
01/03/2024 20:12

Tempo de
leitura: 12min

Sebrae Minas - Empreendedorismo e autoconhecimento: a sua empresa no caminho certo
Saiba como o empreendedorismo e autoconhecimento caminham juntos para o sucesso de um negócio

Toda jornada empreendedora nasce para atender a uma necessidade de mercado e gerar lucro, certo? O objetivo de toda empresa deve ser trabalhar para resolver alguma dor do cliente.

Mas tudo começa com quem empreende e, por isso, o autoconhecimento é fundamental para direcionar as suas características para a melhor organização do empreendimento rumo ao caminho do sucesso. Assim, o primeiro passo para criar ou gerir uma empresa de sucesso é olhar para os seus recursos internos.

Isso mesmo! Comece identificando os seus pontos fortes e habilidades para desenvolver boas soluções para o mercado. O autoconhecimento é uma característica fundamental que impacta no planejamento estratégico do seu negócio.

Preparamos um artigo que fala sobre empreendedorismo e autoconhecimento, além de aprofundar sobre o que é empreender. Bora ver? Continue a leitura!

Quais as características de um empreendedor?

O termo "empreendedor" é frequentemente associado a pessoas com visão de negócio e que são capazes de criar e gerenciar empresas bem-sucedidas. No entanto, o significado vai muito além disso.

Em sua essência, um empreendedor é alguém que possui habilidade para identificar oportunidades e transformar ideias, seja para começar um negócio próprio, se destacar na empresa em que trabalha ou no meio em que atua. É a pessoa que está sempre buscando inovação, seja criando algo novo ou melhorando o que já existe.

O empreendedor ou a empreendedora deve se motivar, ser autoconfiante e acreditar que pode gerar algum impacto positivo na vida das pessoas. Também deve estar sempre à disposição para trabalhar e alcançar seus objetivos, aprender com os desafios e não desistir fácil.

Empreender, portanto, é ser agente de mudança. É ter capacidade de enxergar o mundo de forma diferente e encontrar novas soluções para velhos problemas. Para saber mais sobre como começar sua jornada empreendedora, é importante se preparar para dar os primeiros passos.

Em suma, quem empreende é quem está sempre buscando fazer a diferença, não importa em qual área de atuação. E para se destacar no mercado, é preciso ter clareza das habilidades e dos recursos que você e sua empresa podem entregar aos clientes.

É neste momento que o autoconhecimento se torna um balizador do sucesso do seu negócio! Confira abaixo algumas das características comuns que empreendedores de sucesso possuem.


 
 


 

Quais as habilidades empreendedoras vitoriosas?     

  1. Busca oportunidade e tem iniciativa: o empreendedor é proativo e antecipa o que está por vir. Além disso, busca oportunidades de expandir seu negócio, criar novos produtos ou serviços e propor soluções inovadoras.     
  2. Corre riscos calculados: empreender é conviver com a incerteza e analisar riscos, entender as ameaças e planejar as decisões.     
  3. Garante qualidade e eficiência: se atenta em oferecer sempre o melhor, desde a criação do produto ou serviço até a  sua entrega.     
  4. É persistente: sabe manter o foco e, mesmo que não acerte, segue tentando. São pessoas corajosas o suficiente para correr riscos e perseverar, mesmo com fracassos e obstáculos.     
  5. Se compromete: se dispõe a não recuar diante das dificuldades, é fiel às metas e objetivos e trabalha constantemente para alcançá-los.     
  6. Sempre se informa: está sempre de olho no mercado e no comportamento do consumidor, seja para aproveitar oportunidades ou melhorar a experiência do cliente.     
  7. Estabelece metas: sabe que elas são importantes para dar os passos certos no caminho do sucesso.     
  8. Planeja e monitora constantemente: está sempre diagnosticando erros e propondo ajustes e planos para o negócio.     
  9. Tem poder de persuasão e uma boa rede de contatos: sabe se relacionar com as pessoas e tem capacidade de se comunicar em diversos ambientes com empatia, sinceridade e credibilidade.     
  10. É independente e autoconfiante: confia em si e no seu trabalho e tem segurança para lidar com assuntos relacionados a sua empresa.

Empreendedorismo e autoconhecimento, como se relacionam?

De certo modo, todos nós somos empreendedores em alguma medida. E é por isso que o autoconhecimento é tão relevante.

É necessário ter em mente seus pontos fortes, melhorias, propósito, felicidade com o que faz, entre outros. A partir do autoconhecimento, você consegue avaliar se está desenvolvendo o seu caminho profissional na direção certa.

Mais do que nunca, principalmente pós-pandemia, muita gente experimentou novas formas de trabalho, optando por permanecer na empresa ou empreender, buscando saúde mental e bem-estar. Com o aumento da expectativa de vida, também temos mais tempo para repensar a nossa carreira e fazer mudanças.

Além disso, independentemente do tipo de jornada empreendedora, nós não podemos deixar de lembrar que ela será composta por altos e baixos. Assim, quanto mais você tiver clareza sobre o que quer, a sua forma de lidar com dificuldades e desafios será melhor.

Se você ainda não parou para desenvolver esta importante ferramenta de trabalho, que é você mesmo, dedique um tempo ao autoconhecimento. Existem vários cursos e treinamentos que podem ajudar você nessa tarefa. No Empretec Sebrae Minas, por exemplo, os participantes são estimulados a potencializar 10 características empreendedoras capazes de transformar o seu negócio.

Ao conhecer suas próprias características você consegue identificar quais áreas precisa melhorar, quais habilidades precisa desenvolver e quais tarefas deve delegar para outros profissionais. Além disso, o autoconhecimento ajuda o empreendedor a definir seus objetivos com mais clareza e a estabelecer metas mais realistas e alcançáveis.

Outra vantagem do autoconhecimento é a possibilidade de lidar melhor com as pressões e os desafios do dia a dia. Quando se conhece a si mesmo, é possível entender suas reações diante de situações estressantes e lidar com elas de forma mais tranquila e objetiva.

Por fim, o autoconhecimento também é fundamental para o relacionamento com outras pessoas. Quando a pessoa empreendedora tem um bom entendimento de suas próprias emoções e limitações, torna-se capaz de se comunicar de forma mais clara e assertiva com seus colaboradores, clientes e fornecedores.


 
 


 

Qual o verdadeiro sentido de empreender?

Como vimos anteriormente, empreendedor é quem olha para o mercado e enxerga oportunidades de negócios. Sendo assim, o seu objetivo ao montar uma empresa é ganhar dinheiro, correto? No entanto, o lucro é uma condição para a empresa existir, não o seu propósito. Vamos entender melhor?

Quando alguém tem uma ideia, muitas vezes pensa em criar um empreendimento para gerar lucro. Embora isso não seja um problema, é importante compreender que o dinheiro é essencial para a sobrevivência do negócio mas, no entanto, nenhuma empresa deve existir apenas por ele.

Para que uma organização sobreviva, é preciso manter a estrutura financeira e fornecer os recursos para que ela cumpra o seu propósito. Por isso, é fundamental pensar no problema do mercado que você pretende resolver.

O pensamento empreendedor começa com a preocupação em solucionar o problema do outro. Mas é necessário refletir sobre seus recursos, características e conhecimentos para combinar tudo e criar algo que as pessoas precisam e desejam. Para desenvolver essa habilidade, é importante ter uma mentalidade de crescimento e se dispor a aprender com os erros até encontrar a combinação ideal que agrade seus clientes.

Outro ponto importante é se atentar aos mitos que envolvem o empreendedorismo,  ponto importante para trilhar esse caminho com boas informações.

Agora que entendemos um pouco mais sobre o conceito de empreender e a importância do autoconhecimento, bora ver os tipos de empresários e gestores?


 
 


 

Quais os tipos de empreendedores?

Para Lilian Alvares, publicitária e especialista em gestão empresarial e coach executiva com foco no desenvolvimento das competências comportamentais, empreendedor é aquele que coloca a mão na massa e faz acontecer.

De forma simplificada, podemos dividir os empreendedores em três grupos:

1- Empreendedores por oportunidade

O primeiro grupo é composto pelos empreendedores por oportunidade, ou seja, aqueles que identificam uma demanda não atendida ou uma chance de negócio.

Mas, para se tornar um empreendedor por oportunidade, é importante ter autoconhecimento para entender a sua capacidade em resolver a demanda identificada e se atentar à cultura e às falhas que podem ser solucionadas.

2- Empreendedores por necessidade

O segundo grupo é formado por empreendedores por necessidade. São pessoas que começam a empreender como uma maneira de se sustentar financeiramente após perder o emprego ou não conseguir uma nova colocação no mercado de trabalho.

Neste caso, para encurtar seu processo, é fundamental elencar suas redes de contatos, fazer novas conexões e identificar pontos fortes para iniciar um novo negócio.

3- Empreendedores intra

Por fim, temos os empreendedores intra, que são aqueles que colocam a mão na massa e fazem acontecer dentro das organizações em que trabalham, não precisando, necessariamente, saírem para ter um negócio próprio. Mais uma vez, é preciso ter clareza de quais habilidades podem ser úteis para a corporação e como podem ajudar a empresa a crescer.

Segundo Sheila Couto, psicóloga e pedagoga com foco em empreendedorismo, você é o primeiro recurso da sua organização. O seu conhecimento, redes de contatos, experiências, capacidade de lidar com as frustrações e aprender com os erros são indispensáveis para progredir no mundo dos negócios. Ou seja, você precisa ter mentalidade empreendedora!

Mas como criar esse modelo mental? Sheila aprofunda sobre o tema e dá dicas sobre o desenvolvimento de competências comportamentais para empresários neste vídeo, não deixe de conferir.

Em resumo, o autoconhecimento é fundamental para qualquer empreendedor que deseja ter sucesso em sua jornada. Saber quem você é, quais são suas forças, fraquezas, habilidades, limitações, objetivos e valores é essencial para tomar decisões mais conscientes e assertivas no universo corporativo.

Se você se interessa em saber mais sobre empreendedorismo e autoconhecimento, bem como a importância dessa relação em uma jornada empreendedora, não deixe de conferir as séries do Sebrae Play! Lá você acessa conteúdos para se atualizar e aplicar no dia a dia.

Dúvidas? Fale com um de nossos especialistas no Atendimento Online, ligue para nossa Central de Atendimento no telefone 0800 570 0800 ou visite a Agência de Atendimento mais próxima.

Publicado em 01/03/2024 20:12

Tempo de leitura: 12min

Autores

Veja outros conteúdos sobre: Empreendedorismo
Lines
Central de Atendimento:
0800 570 0800

Copyright 2020 - SEBRAE MINAS

Logo Sebrae PlayLogo Sebrae