Dificuldade de pagamento de empréstimos

Adicionado ao carrinho


Investimento:
R$ 0,000 x R$ 0 sem juros
logo

Adicionado ao carrinho


Investimento:
R$ 0,000 x R$ 0 sem juros

Finanças

Artigo
Artigo

Dificuldade de pagamento de empréstimos

Confira algumas boas práticas para um melhor equilíbrio nas finanças

Publicado em
18/12/2023 17:47

Tempo de
leitura: 4min

CAPA CONTEÚDOS SEBRAE PLAY.jpg
Confira algumas boas práticas para um melhor equilíbrio nas finanças

Quando tratamos de uma empresa que utiliza capital de terceiros para determinada operação, percebemos o início do processo de crescimento da conta “Despesas financeiras” (aquelas despesas relacionadas aos juros) em sua Demonstração do Resultado do Exercício. Isso significa que a empresa assumiu um compromisso futuro de pagamento ao longo de um período definido. E, verdade seja dita, mesmo que uma empresa tenha uma boa operação, ou seja, que o seu negócio seja interessante (que tenha um bom Lucro Operacional), um excesso de dívidas pode gerar a corrosão desse resultado, por intermédio do aumento da conta Despesas de Juros, causando até mesmo um prejuízo líquido no final.


 


A importância de conhecer as dívidas

Com o passar do tempo, pode ser que o pagamento pontual desses compromissos fique difícil, o que gera pressão por novas dívidas, acendendo um grande sinal de alerta sobre a solvência da empresa. Então, precisamos começar a enfrentar as dívidas, certo? A primeira meta é conhecê-las. Faça uma lista de todas: conheça o saldo devedor de cada uma, as taxas de juros, o prazo restante, enfim, cada detalhe que possa contribuir para seu planejamento. A seguir, coloque-as em ordem decrescente de taxas de juros. É melhor planejar pagar primeiro aquelas que têm taxas maiores, porque são as principais responsáveis pela corrosão acelerada de seu fluxo de caixa.

Uma pergunta importante: Você tem reservas financeiras? Alguma delas remunera o capital a uma taxa semelhante àquelas das dívidas listadas? Dá para apostar que, na maioria dos casos, o rendimento de suas aplicações não chega nem perto das taxas de juros que você paga pelo seu endividamento. Isso significa dizer que, se há alguma reserva financeira, ela pode ser usada para ajudar a diminuir o nível de dívidas. Mas justo aquele dinheirinho que eu estava guardando para fazer algo que venho sonhando? Sim... infelizmente, é a melhor alternativa!

Independente da sua resposta à pergunta sobre as reservas financeiras, não se pode deixar de buscar maior equilíbrio em seu orçamento. Será que há custos a serem reduzidos? Os custos fixos da minha empresa ou o padrão de vida que levo são condizentes com meu faturamento e minha renda ou será que foi exatamente a manutenção de altos custos que me trouxe ao nível de endividamento em que me encontro?

Trocar dívidas mais caras por outras mais baratas também pode ser um caminho interessante para aliviar o seu fluxo de caixa. Talvez seja possível conseguir um novo recurso com juros mais baixos para quitar aqueles com taxas mais altas.

E, não se esqueça, sempre haverá o caminho da renegociação. Uma das grandes vantagens de renegociar é que juros e multas deixam de ser acumulados, estancando o crescimento da dívida. Chegue para a renegociação com uma proposta que se enquadre em seu fluxo de caixa e com a qual você sabe que terá condições de se comprometer, não se esquecendo nunca de pedir desconto caso vá antecipar pagamentos futuros. Talvez seja bom propor um período de carência, para poder ganhar algum “fôlego” antes de iniciar os pagamentos.

As alternativas são muitas e permitem que esse grande problema seja enfrentado. Portanto, se você identifica dificuldade em pagar seus empréstimos, não demore a se mexer! Quanto antes começar, maiores são as chances de sair dessa situação.

Se ainda houver alguma dúvida fale com um dos nossos especialistas no Atendimento Online, ligue para nossa Central de Atendimento no telefone 0800 570 0800 ou visite o Ponto de Atendimento mais próximo. Conte com o Sebrae!

Publicado em 18/12/2023 17:47

Tempo de leitura: 4min

Autores

Veja outros conteúdos sobre: Finanças
Lines
Central de Atendimento:
0800 570 0800

Copyright 2020 - SEBRAE MINAS

Logo Sebrae PlayLogo Sebrae