Controle de estoques no setor de serviços

Adicionado ao carrinho


Investimento:
R$ 0,000 x R$ 0 sem juros
logo

Adicionado ao carrinho


Investimento:
R$ 0,000 x R$ 0 sem juros

Estratégia e Gestão

Artigo
Artigo

Controle de estoques no setor de serviços

Entenda o papel da gestão de estoque no setor de serviços

Publicado em
29/08/2023 14:03

Tempo de
leitura: 3min

Sebrae Minas - Controle de estoques no setor de serviços
Entenda o papel da gestão de estoque no setor de serviços

Gerenciar estoques não é tarefa fácil. Na verdade, a gestão de estoque pode ser uma constante fonte de frustração: para o cliente se o produto faltar e para a empresa se ele estiver em excesso (afinal, tem capital ali empatado). E quando falamos em estoques, sempre pensamos em exemplos ligados à indústria ou comércio. 

No caso da indústria, existem estoques de matérias-primas, produtos em elaboração, produtos acabados, embalagens... Se o exemplo for do comércio, os produtos para a revenda e as embalagens serão os principais itens de estocagem.


 
 


 

Mas e para o setor de serviços, existe controle de estoque?

Bem, no setor de serviços a fala sobre estoques tem que partir de um ponto diferente. Afinal, serviços têm, entre outras, as características da inseparabilidade (são produzidos e consumidos ao mesmo tempo) e da perecibilidade (não são passíveis de estocagem). De fato, não há estoque de um produto que será entregue (afinal, o que a empresa vende são seus serviços).

Mas há, em maior ou menor grau dependendo do porte e do setor de atuação, estoques de produtos acessórios, peças e outros itens necessários para que o serviço seja prestado. Aqui, estamos falando desde estoque de itens como material de limpeza e de escritório (que qualquer empresa vai ter) até o estoque de peças, ferramentas e outros itens que serão utilizados na prestação de serviços em si.

E se há estoques, há necessidade de controle, do jeitinho que faríamos se estivéssemos falando de uma empresa de outro setor. Em serviços, também não vai poder faltar e o ideal é que também não sobre, pelos mesmos motivos já falados anteriormente. Assim, ferramentas e análises como estoque de segurança (volume mínimo a se manter por segurança, para não faltar), ponto de pedido (momento certo de comprar cada coisa) e análise ABC (ranking dos itens conforme sua importância para os estoques) serão também aplicáveis ao setor de serviços. E esse controle tende a trazer benefícios diversos, assim como em uma empresa do setor industrial ou do comércio.

Dúvidas? Fale com um de nossos especialistas no Atendimento Online, ligue para nossa Central de Atendimento no telefone 0800 570 0800 ou visite a Agência de Atendimento mais próxima.

Publicado em 29/08/2023 14:03

Tempo de leitura: 3min

Autores

Veja outros conteúdos sobre: Estratégia e Gestão
Lines
Central de Atendimento:
0800 570 0800

Copyright 2020 - SEBRAE MINAS

Logo Sebrae PlayLogo Sebrae