Sebrae Play | Como manter o controle financeiro na crise?

Adicionado ao carrinho


Investimento:
R$ 0,000 x R$ 0 sem juros
logo

Adicionado ao carrinho


Investimento:
R$ 0,000 x R$ 0 sem juros

Finanças

Artigo
Artigo

Como manter o controle financeiro na crise?

Confira dicas para manter a saúde financeira da sua empresa em tempos de crise

Publicado em
03/01/2024 16:43

Tempo de
leitura: 6min

Sebrae Minas - Como manter o controle financeiro na crise?
Confira dicas para manter a saúde financeira da sua empresa em tempos de crise

Em tempo de instabilidade e dinheiro escasso, uma boa gestão financeira pode garantir a saúde da sua empresa, o controle financeiro na crise e, por que não dizer também, a sua tranquilidade.

Algumas decisões e atitudes podem afetar, de maneira positiva, a liquidez e os resultados operacionais dos negócios. Isso significa que os recursos que entram no caixa são suficientes para pagar seus compromissos.


 
 

Entenda o que é preciso priorizar

Mas quais decisões são importantes para manter o controle financeiro de sua empresa em momentos de economia turbulenta?                

  • Redução de estoques de materiais ou de mercadorias (estoques excedentes, sem giro, giro baixo ou ultrapassados).                
  • Redução dos prazos de recebimentos de vendas, mediante o aumento das vendas à vista e por cartões de débito e crédito.                
  • A implantação de um plano de ações efetivas de cadastro, crédito e cobrança para reduzir os valroes em atrasos com as vendas a prazo.                
  • Aumento de prazos para pagamentos aos fornecedores.                
  • Entrada de novos recursos no caixa, frente à integralização de capital dos sócios e à venda à vista de equipamentos ociosos.

Use os dados a seu favor

Analisando os tópicos citados, verificamos que, para cuidar da gestão financeira, o empresário precisa lidar com dados o tempo todo. Se a empresa tem números confiáveis, ele consegue informações por meio dos controles financeiros.

Podemos assim dizer que a finalidade desses controles é gerar informações úteis e confiáveis para o empresário tomar decisões. Para tanto, é necessário definir quais são as informações úteis e, em seguida, organizar os controles para fornecer esses dados.

Para a maioria das empresas de pequeno porte, independentemente do setor de atividades, os controles financeiros fundamentais são:                

  • Controle diário de caixa e de bancos;                
  • Controle diário de vendas;                
  • Controle mensal de contas a receber;                
  • Controle mensal de contas a pagar;                
  • Controle mensal de despesas;                
  • Controle diário de estoques;                
  • Fluxo de caixa;                
  • Apuração de resultados.

São eles que geram dados a serem levados para o fluxo de caixa, um instrumento gerencial de planejamento em que são controladas e informadas as movimentações financeiras da empresa. Este instrumento mostra a posição do caixa da empresa. Quando bem feito, evita vários transtornos, como alto custo de crédito, taxas de juros elevadas, entre outros fantasmas que rondam os empreendimentos. Além disso, fornece um histórico das operações de entradas e saídas de caixa ao longo de um determinado período.


 
 


 

Organize a empresa para um bom controle financeiro na crise

Portanto, para manter o controle de fluxo de caixa organizado, se atente às seguintes orientações:                

  • Avalie se as vendas atuais serão suficientes para cobrir os desembolsos futuros já identificados;                
  • Verifique se os recursos financeiros próprios são suficientes para tocar o negócio em determinado período ou se há necessidade de recursos de terceiros;                
  • Tome decisões antecipadas ao perceber a falta ou sobra de dinheiro na empresa. Avalie se o recebimento das vendas é suficiente para cobrir os gastos assumidos e previstos no período.                
  • Verifique a necessidade de realizar promoções e liquidações, reduzir ou aumentar preços;                
  • Utilize a ferramenta de Apuração de Resultado para lançar os dados reais da empresa, determinando o Ponto de Equilíbrio. Este vai lhe informar se o negócio está gerando lucro ou prejuízo;                
  • Trace as estimativas, estabeleça metas de vendas e custos, no mínimo, para os quatro meses subsequentes e atualize continuamente os dados, tornando essas ações parte da rotina do negócio;                
  • Preveja custos de modo que possam ser reduzidos sem afetar o funcionamento da empresa.                
  • Defina as estratégias de vendas para atingir o volume necessário;                
  • Direcione os esforços para garantir a sobrevivência e o crescimento de seu negócio.

Recomece de forma organizada

Agora, é hora de mudar velhos hábitos que não deram resultados. Recomeçar fazendo registros financeiros irá possibilitar acertar mais nas finanças do que errar. Administrar com mais razão e menos emoção é o mesmo que dizer: administrar com mais profissionalismo e menos amadorismo. Sua empresa vai agradecer mostrando melhores resultados.

E não se esqueça: o que paga dívida é faturamento, receita com vendas. Portanto, fuja das linhas de crédito. Um empréstimo alivia a situação a curto prazo, mas gera endividamento no médio prazo. O pagamento dos empréstimos significa mais despesas a serem pagas com o mesmo faturamento.

Portanto, se foi necessário entrar em uma linha de crédito devido às circunstâncias, sejam elas quais forem, planeje muito bem a utilização do dinheiro. Organize-se e faça o possível para evitar este mecanismo, a não ser que as taxas de juros sejam bastante atrativas e não impactam negativamente o seu caixa.

Agora que você já sabe o que fazer para manter o controle financeiro na crise, se ainda houver alguma dúvida fale com um dos nossos especialistas no Atendimento Online, ligue para nossa Central de Atendimento no telefone 0800 570 0800 ou visite o Ponto de Atendimento mais próximo. Conte com o Sebrae!

Publicado em 03/01/2024 16:43

Tempo de leitura: 6min

Autores

Veja outros conteúdos sobre: Finanças
Lines
Central de Atendimento:
0800 570 0800

Copyright 2020 - SEBRAE MINAS

Logo Sebrae PlayLogo Sebrae