Sebrae Play | CNPJ excluído: saiba o que fazer para se regularizar como MEI!

Adicionado ao carrinho


Investimento:
R$ 0,000 x R$ 0 sem juros
logo

Adicionado ao carrinho


Investimento:
R$ 0,000 x R$ 0 sem juros

MEI

Artigo
Artigo

CNPJ excluído: saiba o que fazer para se regularizar como MEI!

Confira o passo a passo para regularizar a situação de CNPJ excluído e aderir ao regime MEI novamente

Publicado em
12/01/2024 15:30

Tempo de
leitura: 8min

Sebrae Minas - CNPJ excluído: saiba o que fazer para se regularizar como MEI!
Confira o passo a passo para regularizar a situação de CNPJ excluído e aderir ao regime MEI novamente

MEI, sabia que seu CNPJ pode ser excluído? Fique de olho, pois o prazo para se regularizar e voltar a ser MEI é curto!

Ainda que o tipo de empresa MEI seja simplificado e tenha uma série de benefícios em relação a outros tipos de negócio, quem se formaliza nesta modalidade precisa também se atentar às obrigações e deveres que a legislação exige.

A Receita Federal do Brasil aplicou uma nova penalidade para MEIs com débitos acumulados ao longo dos últimos anos: a exclusão de CNPJs MEI do regime Simples Nacional.

Teve seu CNPJ excluído e não sabe o que fazer? Preparamos um artigo com o passo a passo que precisa seguir para regularizar sua situação e aderir ao regime MEI novamente. Continue a leitura e saiba mais!

O que acontece se o MEI não cumprir as obrigações?

São exemplos de obrigações que toda pessoa com um CNPJ como MEI precisa cumprir: pagar mensalmente a guia DAS, preencher o relatório mensal de receitas brutas, enviar a declaração anual de faturamento (DASN-SIMEI) etc., que podem ser consultadas no Portal do Empreendedor.

Quando você não cumpre alguma destas obrigações, seu CNPJ fica sujeito a algumas penalidades, dentre elas a exclusão do SIMEI (sistema de recolhimento próprio de quem é MEI) e até mesmo do Simples Nacional. Além disso, você pode também perder o direito aos benefícios previdenciários.

A penalidade mais recente aplicada pela Receita Federal do Brasil foi a exclusão de CNPJs MEI do regime Simples Nacional, tendo como motivo os débitos acumulados por estas empresas ao longo dos últimos anos. Esta exclusão foi comunicada pelo órgão em setembro de 2023, enviada via Caixa Postal Eletrônica do Simples Nacional dando um prazo de 30 dias para as empresas regularizarem seus débitos.

Se você perdeu este prazo e foi excluído a partir de janeiro de 2024, ainda dá tempo de voltar a ser MEI. Descubra o que fazer logo abaixo.

Como identificar se o CNPJ já foi excluído?

O primeiro passo para regularizar a empresa é realizar uma consulta do CNPJ e analisar se ainda é optante pelo SIMEI, seguindo os passos abaixo:


 
  
  1. Acesse o site do Simples Nacional  
  2. Digite o CNPJ da sua empresa  
  3. Clique em Consultar  
  4. No campo “Situação Atual” verifique se a empresa consta como “Enquadrado no SIMEI”

Caso sua empresa permaneça como MEI, este é um ótimo sinal!

Lembre-se de que para continuar nessa modalidade, sua próxima obrigação é enviar a Declaração Anual de Faturamento. Consulte aqui e siga as orientações do nosso passo a passo.

CNPJ foi excluído! O que fazer?

Se na “Situação Atual” sua empresa constar como “Desenquadrado no SIMEI a partir de 01/01/2024” e você tem débitos de DAS ou de multas de DASN, o primeiro passo é conferir se houve a comunicação pela Caixa Postal da Receita.

Para acessá-la, é bem simples, vamos te ensinar o passo a passo!


 
  
  1. Acesse o site do Simples Nacional
  2. Digite os dados solicitados: CNPJ, CPF, Código de Acesso ao Simples Nacional*, clique na opção "Sou Humano" e clique em "Continuar"
    *Se não tiver o código, clique aqui para saber como gerá-lo
  3. Verifique se, na “Caixa de Entrada” há a mensagem com o termo de exclusão enviado pela Receita Federal

Se tiver recebido esta mensagem, é hora de regularizar seu CNPJ.

Como regularizar o CNPJ excluído do regime MEI?

Para regularizar sua empresa, você precisa:


 
  1. Emitir as guias DAS em aberto pelo site PGMEI
  2. Enviar pelo site as declarações (DASN-SIMEI) que não foram enviadas dentro do prazo e também a de 2023
  3. Se optar pelo pagamento dos débitos à vista, basta emitir as guias e multas das declarações e realizar o pagamento
  4. Caso precise parcelar estes valores, aguarde até 5 dias úteis depois de enviar a declaração para que seja possível incluir todos os débitos no valor total a ser parcelado.

Para parcelar a dívida é necessário:

  1. Acessar o site do Simples Nacional
  2. Digite os dados solicitados: CNPJ, CPF, Código de Acesso ao Simples Nacional*, clique na opção "Sou Humano" e clique em "Continuar"
    *Se não tiver o código, clique aqui para saber como gerá-lo
  3. Clicar em “Pedido de Parcelamento”
  4. Verificar se todos os débitos, incluindo os de 2023, estão aparecendo na tela e qual o parcelamento proposto (Valor total consolidado, Número de parcelas, Valor da primeira parcela)
  5. Clicar em “Continuar”, confirmar os dados da empresa e do parcelamento e clicar em “Confirmar”
  6. Clicar em “Imprimir o Recibo” para arquivar o documento e depois, clicar em “Imprimir DAS” para pagar o valor da primeira parcela e confirmar o parcelamento solicitado

Para saber mais detalhes sobre o processo de parcelamento e sobre como emitir cada parcela, acesse o manual da receita sobre o assunto.

Como voltar a ser MEI em 2024?

Com os débitos regularizados, para voltar a ser MEI é preciso solicitar o reenquadramento no Simples e SIMEI, conforme orientações abaixo:

  1. Solicite primeiro o reenquadramento pelo Simples Nacional
    Acesse o Portal do Simples Nacional e clique em “Solicitação de Opção pelo Simples Nacional”.
  2. Depois disso, solicite o reenquadramento no SIMEI
    Acesse o Portal do Simples Nacional e clique em “Solicitação de Enquadramento no Simei”.
  3. Acompanhe o andamento das solicitações por meio das opções “Acompanhamento da Formalização da Opção pelo Simples Nacional” e “Acompanhamento da Solicitação de Enquadramento no Simei”, disponível no portal do Simples Nacional.


 

E atenção!

As duas solicitações deverão ser realizadas até dia 31 de janeiro de 2024, pela internet, no Portal do Simples Nacional, conforme passos mostrados acima.

Não deixe para os últimos dias, pois se houver alguma pendência na opção do Simples Nacional será essencial resolvê-la a tempo de ter seu pedido de enquadramento no SIMEI aceito.

Neste artigo falamos sobre o processo de exclusão do Simples Nacional e SIMEI, como regularizar o CNPJ e também sobre como voltar a ser MEI ainda em 2024.

Os próximos passos são cumprir as principais obrigações de uma empresa MEI e manter as guias e demais obrigações em dia evitando, assim, passar por outro processo de exclusão. E, para te ajudar nessa jornada, conte sempre com o Sebrae!

Agora que você já sabe o que fazer em relação ao CNPJ excluído, quer acessar gratuitamente outros materiais sobre a gestão de um negócio? Conheça e navegue no Sebrae Play, a mais nova plataforma de conteúdo do Sebrae Minas!

Publicado em 12/01/2024 15:30

Tempo de leitura: 8min

Autores

Veja outros conteúdos sobre: MEI
Lines
Central de Atendimento:
0800 570 0800

Copyright 2020 - SEBRAE MINAS

Logo Sebrae PlayLogo Sebrae