Aprenda como fazer um bom recrutamento e retenção de talentos

Adicionado ao carrinho


Investimento:
R$ 0,000 x R$ 0 sem juros
logo

Adicionado ao carrinho


Investimento:
R$ 0,000 x R$ 0 sem juros

Liderança e Pessoas

Artigo
Artigo

Aprenda como fazer um bom recrutamento e retenção de talentos

Entenda como um recrutamento bem realizado faz toda a diferença para ter uma boa equipe

Publicado em
18/12/2023 16:33

Tempo de
leitura: 8min

Sebrae Minas - Aprenda como fazer um bom recrutamento e retenção de talentos
Entenda como um recrutamento bem realizado faz toda a diferença para ter uma boa equipe

Encontrar profissionais qualificados e que se encaixem na cultura da sua empresa pode ser um verdadeiro desafio. Uma das maiores dúvidas dos empreendedores é sobre como realizar um recrutamento eficiente para selecionar e reter talentos. Outro ponto importante é como transformar a vaga anunciada em uma oportunidade atrativa para essas pessoas.

Para te ajudar nesta jornada, vamos começar falando sobre o recrutamento, uma das atividades mais importantes do processo de seleção e até mesmo da retenção de colaboradores. É por meio dele que você encontra os candidatos com potencial para impulsionar o crescimento da sua organização. Investir tempo e recursos nesta etapa é essencial para atrair os funcionários certos e construir uma equipe sólida.

Vamos falar, então, sobre as atitudes fundamentais para esta fase de seleção do time para alcançar melhores resultados? Mas antes, existem alguns pontos importantes a serem observados em uma contratação. Entender esses pontos, permite traçar estratégias que estimulem as pessoas a continuarem na empresa.


 


Quais atitudes são importantes na hora de recrutar?

Para um recrutamento eficiente, é essencial ter uma cultura organizacional bem alinhada e explicar de forma clara o cargo que está sendo oferecido. Confira abaixo mais algumas atitudes que podem fazer toda a diferença no processo de seleção e contratação dos melhores profissionais: 

  1. Clareza na descrição da vaga: Como falamos, é fundamental ter uma apresentação clara e detalhada da posição que está sendo ofertada. Isso inclui as responsabilidades, habilidades necessárias, experiência requerida e os objetivos da função. 
  2. Avaliação criteriosa dos currículos: Ao analisar os currículos recebidos, é importante ter um olhar atento para identificar as qualificações e experiências relevantes para a vaga. Além disso, é interessante observar a consistência e a progressão na carreira dos candidatos, bem como suas realizações e conquistas anteriores. 
  3. Entrevistas bem estruturadas: A entrevista é um momento crucial no processo de recrutamento. É essencial que ela seja bem preparada e estruturada, com perguntas diretas e relevantes, para avaliar tanto as competências técnicas quanto as habilidades comportamentais. 
  4. Verificação de referências: Realizar uma checagem de referências é uma prática recomendada, pois permite obter informações adicionais sobre o desempenho e o comportamento do candidato em trabalhos anteriores. 
  5. Avaliação do encaixe cultural: É essencial analisar o alinhamento cultural do candidato com a organização. A cultura da empresa desempenha um papel importante no engajamento e na motivação dos colaboradores. Buscar pessoas que compartilhem dos valores e da visão do negócio contribui para a formação de equipes coesas e alinhadas.

Se você quer saber mais sobre como realizar uma contratação eficiente, na prática, a empresária Cleide Duarte e a especialista Paula Laiterin, explicam como analisar corretamente os perfis dos candidatos. Não deixe de conferir! Vamos falar agora sobre o processo de seleção, aprofundando na importância de uma relação humanizada?

Selecionando de maneira humanizada

Adotar uma abordagem humanizada é essencial para estabelecer uma conexão genuína com os candidatos e promover boas experiências ao longo do processo.

Desde o anúncio das vagas até a etapa da entrevista, é fundamental agir com transparência na comunicação. Isso significa fornecer informações claras sobre a posição, para que os candidatos tenham uma compreensão completa do que é esperado deles. Além disso, é importante tratá-los com respeito e empatia, demonstrando interesse em suas experiências e perspectivas.

No momento da entrevista, é essencial transformar esse encontro em uma troca de ideias, em vez de apenas uma avaliação unidirecional. É necessário também, criar um ambiente acolhedor e confortável para que haja uma conversa franca sobre habilidades, experiências e aspirações.

Uma prática que faz diferença é permitir que os candidatos conheçam o ambiente de trabalho, visitando as instalações e interagindo com a equipe. Isso proporciona uma visão mais realista do que é trabalhar na empresa e os ajuda a avaliar se a cultura e o ambiente organizacional são adequados às suas expectativas e valores.

Além disso, é fundamental proporcionar um retorno a todos os candidatos, independentemente de terem sido selecionados ou não. Ao dar feedback sobre o processo seletivo, demonstre respeito pelo tempo e esforço investidos. Essa prática contribui para a melhoria contínua do processo de recrutamento e para a construção de uma imagem positiva da empresa no mercado.

Agora que sabemos mais sobre boas práticas de contratação, vamos aprofundar na retenção de talentos?


 


Como reter talentos em sua empresa?

Após atrair e selecionar os profissionais certos, é preciso mantê-los engajados e comprometidos com a organização. Para isso, é necessário criar um ambiente agradável, baseado em confiança e exercer uma liderança eficaz.

Muitas vezes, os funcionários deixam uma empresa devido a problemas específicos com seus gestores. Por isso, é importante cultivar a habilidade de escutar e compreender suas necessidades. A realização de reuniões periódicas, com espaço para dar e receber feedbacks, permite construir uma relação sólida entre a empresa e seus colaboradores.

Além disso, a remuneração ainda desempenha um papel importante na retenção de talentos. Manter salários compatíveis com o mercado, aliado a um sistema de bonificações, é essencial para incentivar o engajamento.

Benefícios flexíveis também são valorizados. Pequenas atitudes, como liberar um dia para que o profissional possa cuidar de assuntos pessoais importantes ou oferecer horários de trabalho que estejam alinhados com os propósitos da empresa, contribuem para a satisfação e o bem-estar. Além dos benefícios tangíveis, é essencial promover treinamentos e oportunidades de desenvolvimento contínuo.

Para encerrar, ao desligar um profissional, é importante conduzir uma entrevista de desligamento com a mesma preocupação e atenção dada à contratação. Nesse momento, é possível obter insights valiosos sobre os motivos que levaram à saída do colaborador e identificar possíveis pontos de melhoria na empresa.

Se você quer se aprofundar ainda mais em processos de seleção e ser capaz de contratar de forma profissional e estratégica, a consultora de carreira e headhunter Anna Peluso, apresenta neste vídeo, algumas boas práticas para reter os melhores talentos.

Ficou com dúvidas? Conte com o Sebrae! Fale com um de nossos especialistas no Atendimento Online, ligue para nossa Central de Atendimento no telefone 0800 570 0800 ou visite a Agência de Atendimento mais próxima.

Publicado em 18/12/2023 16:33

Tempo de leitura: 8min

Autores

Veja outros conteúdos sobre: Liderança e Pessoas
Lines
Central de Atendimento:
0800 570 0800

Copyright 2020 - SEBRAE MINAS

Logo Sebrae PlayLogo Sebrae