Sebrae Play | 7 dicas para escolher uma franquia de energia solar

Adicionado ao carrinho


Investimento:
R$ 0,000 x R$ 0 sem juros
logo

Adicionado ao carrinho


Investimento:
R$ 0,000 x R$ 0 sem juros

Franquias

Artigo
Artigo

7 dicas para escolher uma franquia de energia solar

Franquia de energia solar: entenda como funciona esse mercado

Publicado em
23/10/2023 19:12

Tempo de
leitura: 15min

Sebrae Minas - 7 dicas para escolher uma franquia de energia solar
Franquia de energia solar: entenda como funciona esse mercado

Você quer empreender no mercado fotovoltaico e não sabe por onde começar? Uma boa ideia é investir em uma franquia. Atualmente, as franquias voltadas para a energia solar estão em franca expansão, com diversas oportunidades, em todo o Brasil. Mas como escolher uma franquia de energia solar corretamente?

A franquia de energia solar é um modelo de negócio que pode oferecer serviços, orientação para compra de equipamentos, elaboração de projetos e instalação de geradores e kits fotovoltaicos, em residências e empresas.

O setor de franquias em geral, também chamado de franchising, é um dos modelos de negócio que mais crescem no Brasil. A ABF (Associação Brasileira de Franchising) prevê um aumento no faturamento de 8% e uma expansão de 5% nas redes em 2021.


 
 


 

Mercado Fotovoltaico no Brasil

Um dos principais aspectos que impulsionam o crescimento do mercado fotovoltaico é que o Brasil é um dos países com maior irradiação solar no mundo. Esse fator é fundamental para a eficiência de um gerador de energia solar.

O aumento das tarifas de energia elétrica e a crise hídrica de 2021 também fazem parte dos fatores que impulsionam o mercado fotovoltaico. De acordo com a ABSOLAR (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica), a estimativa é que o Brasil tenha 887 mil sistemas fotovoltaicos conectados à rede ainda este ano. O mercado deve movimentar em torno de R$ 500 bilhões de reais até 2040.

Segundo o Portal Solar, um marketplace de equipamentos e serviços para projetos de energia solar, são criadas por mês cerca de 450 empresas de energia solar no Brasil. Até o final de 2021, a expectativa é ter 5.400 novas companhias fotovoltaicas atuando no país.

Portanto, os dados comprovam que o setor de energia solar é muito atraente, bem como apresenta um crescimento sólido ao longo dos anos, com ótimas perspectivas para o futuro.

Mas, antes de escolher uma franquia de energia solar, é preciso avaliar alguns fatores e conhecer os modelos que existem hoje na área de energia fotovoltaica.

Confira agora algumas dicas que podem ajudar você a escolher o modelo de franquia de energia solar que mais se encaixa no seu perfil.

Fatores a considerar ao escolher uma franquia de energia solar

1- Viabilidade Financeira

Para empreender, há dois passos fundamentais: planejamento e investimento, tanto de tempo como de dinheiro. Por isso, a primeira etapa que você precisa passar para escolher um modelo de franquia de energia solar é fazer a análise da viabilidade financeira.

Esse estudo vai determinar se abrir uma franquia no setor fotovoltaico é viável ou não, mostrar o aporte inicial necessário e oferecer as previsões de retorno do investimento.

Para além disso, o estudo de viabilidade financeira lhe dará uma perspectiva mais transparente do futuro do seu negócio na medida em que oferece projeções de diversas estimativas que podem influenciar na sua tomada de decisão.

Entre esses cálculos estão o capital de giro necessário, a média da receita bruta mensal, períodos do break-even e do payback do negócio.

Dessa maneira, você terá acesso aos custos reais do investimento para evitar despesas não previstas, prejuízos e falência do seu negócio.

Embora as empresas de franchising trabalhem com estimativas bem estabelecidas quando apresentam a proposta para os candidatos, é preciso ter em mente se o plano de negócio se adapta a sua realidade. Para isso, você precisa considerar as despesas relativas ao seu ponto comercial, como aluguel e despesas de consumo, bem como investimentos em marketing, taxas cobradas pela franquia, entre outros aspectos.

Um dos principais atrativos das franquias de energia solar é o valor inicial do investimento. Atualmente, há modelos de franchising com investimentos a partir de R$ 25 mil.

Dados de mercado mostram que, entre as principais modalidades de franquia de energia solar, a média de investimento é de R$ 280 mil. Nesse valor estão incluídos os custos de instalação, taxa de franquia e capital de giro. O faturamento pode chegar a R$ 1,5 milhão no primeiro ano, de acordo com o tamanho do investimento.

Outro aspecto que torna as franquias de energia solar muito interessantes é o tempo de retorno do investimento. Em uma franquia de R$ 25 mil, o payback é de 6 meses. Em 24 meses, o lucro líquido pode chegar a R$ 210 mil.

Portanto, na hora de escolher o modelo de negócio de uma determinada franquia que queira investir, não se pode avaliar apenas o investimento inicial para abertura do negócio. Por mais que encontremos franquias mais baratas e que possam parecer mais atrativas, é muito importante fazer uma análise mais complexa antes de tomar qualquer decisão.

Alguns pontos são importantes na hora de analisar o investimento em uma franquia:

• As taxas cobradas (como royalties e taxa de propaganda);

• A viabilidade financeira da franquia.

• Tempo de retorno do investimento (payback)

2- Tipos de Franquia

Atualmente, há diversas modalidades de franquia de energia solar. Por isso, você deve conhecê-las para tomar a melhor decisão no momento da escolha.

Franquia unitária

Esse é o modelo mais usado e oferece exclusividade para a comercialização da marca em um local específico. Exemplo: lojas em centros comerciais, quiosques em shoppings etc.

Microfranquia

A microfranquia trata-se de um modelo com investimento inicial de baixo custo. O diferencial é o retorno mais rápido do investimento. Além disso, oferece mais independência na gestão.

Franquia de desenvolvimento de área

Nesse modelo, o franqueado torna-se responsável por um local específico. Desse modo, o empreendedor deve abrir uma certa quantidade de franquias, dentro de um período pré-determinado. Exige mais experiência e um investimento maior.

Franquia master

A franquia master garante o direito de representar uma região especificada pelo empresário, além da possibilidade de instalar mais de uma unidade. Sendo assim, o franqueado precisa fazer um alto investimento, mas é possível administrar as demais unidades e contar com um lucro proporcional.

Franquia de conversão

Essa modalidade é voltada para empresários que já têm um negócio em operação e possibilita a implementação de outras unidades da marca em regiões pré-definidas.

Shop in shop

Também conhecido como “business in”, esse modelo permite instalar um quiosque da marca dentro do próprio estabelecimento.

Franquia combinada

Nesse modelo, o franqueado pode usar apenas um ponto comercial para comercializar marcas diferentes. Em outras palavras, essa franquia permite a presença de diversas marcas em um único estabelecimento.

3-Perfil Empreendedor

Um dos processos mais importantes para quem quer abrir um negócio é o autoconhecimento. Isso porque, para o sucesso de uma empreitada é preciso mais do que a vontade de se independer financeiramente: é preciso investir em um negócio que se encaixe no seu perfil.

Certamente, trabalhar com algo que seja familiar e que você goste pode fazer toda a diferença para o sucesso do seu negócio.

Para que você possa escolher o melhor modelo de franquia de energia solar, é recomendado que antes você passe por um processo de autoconhecimento. Avalie quais são suas qualidades, seus pontos fortes e fracos e do que você gosta.

O autoconhecimento é importante para orientar a escolha por uma determinada marca ou tipo de negócio. Cada perfil de empresário combina melhor com um segmento ou nicho de mercado.

O empreendedor deve reconhecer suas qualidades como empresário, já que isso pode impactar no desenvolvimento do trabalho.

Algumas franquias podem estar acima da sua capacidade de atendimento. Outras podem exigir habilitações ou tempo de dedicação exclusivo que simplesmente não combinam com a sua realidade.

Uma dica prática é você pesquisar e obter materiais de apoio para organizar o planejamento das ideias. Atualmente, há ferramentas e planilhas que podem ajudar você a realizar uma análise mais precisa das suas forças, fraquezas, oportunidades e ameaças.

A partir disso, você terá um cenário mais claro de qual o melhor modelo de franquia para abrir o seu negócio.

Lembre-se que empreender demanda investimentos significativos de energia, dedicação e recursos. Mas, todo esse empenho é necessário para que, no futuro, a escolha tenha valido à pena.

4- Trabalhe de casa

Sem dúvidas, escolher uma franquia de energia solar fotovoltaica homebasedé muito atrativo para quem não tem muito capital para investir, bem como para o empreendedor que não deseja ter um ponto físico para iniciar seu negócio.

O homebased é um modelo de franquia em que você irá atuar da sua casa. Uma das principais vantagens é a eliminação dos custos inerentes de um ponto físico.

Contudo, o modelo homebased exige que seu imóvel residencial tenha um espaço exclusivo e reservado dos demais ambientes da casa, para que a rotina da família não interfira no seu trabalho.

Na franquia homebased, você fará a captação de clientes e o acompanhamento da instalação do gerador fotovoltaico. Outra vantagem dessa modalidade é que não há cobrança de royalties mensais. Em geral, seu faturamento mensal será correspondente a 10% das vendas realizadas.

5- Reputação da Franqueadora

A decisão de compra do consumidor mudou bastante ao longo dos últimos anos. Hoje, um dos quesitos mais importantes é a reputação da marca.

Portanto, antes de escolher um modelo de franquia para investir, é muito importante avaliar a reputação da marca no mercado de energia solar.

Os fatores ligados à reputação são notoriedade, o cenário perante a concorrência, o posicionamento, a imagem e a posição da franquia como agente econômico e social.

Entre as informações que você deve buscar sobre a franquia de seu interesse estão:

• A forma como os produtos e/ou serviços são oferecidos e seu posicionamento no mercado;

• O nível de conhecimento da franqueadora sobre esses produtos e/ou serviços;

• O nível do suporte oferecido ao franqueado;

• O nível de satisfação dos franqueados com a franqueadora;

6- Potencial do mercado

Além de conhecer a tecnologia fotovoltaica, a cadeia logística e o potencial de crescimento do mercado, é preciso também pesquisar em qual região o investimento seria mais viável.

Sabe-se que o potencial para instalação de sistemas fotovoltaicos é enorme no Brasil. Todavia, há locais mais propícios para a geração de energia própria, como cidades com mais casas do que apartamentos e áreas rurais em que não há energia elétrica tão disponível, por exemplo.

7- Cuidados extras

Você precisa avaliar a COF (circular de oferta de franquia). Trata-se de um documento que deve ser fornecido pela franquia, com todas as condições de uso e operação. O ideal é que a COF seja avaliada por um advogado.

Também é importante que você procure outros franqueados para avaliar a operação e levantar os prós e contras da franquia. Pense que conhecer a experiência dos franqueados pode ampliar sua visão sobre o potencial da marca e mostrar oportunidades de negócio ainda não preenchidas pelas franquias já existentes.

Você precisa, ainda, consultar a ABF (Associação Brasileira de Franchising) para saber se a franquia faz parte da entidade. Isso mostra que está tudo de acordo com a legislação.

Outra preocupação na hora de escolher uma franquia é verificar os custos fiscais e trabalhistas, taxas e encargos envolvidos para prevenir multas e outras penalidades que podem causar transtornos para o seu negócio.

Lembre-se ainda que a franquia como modelo de negócio exige comprometimento e um bom planejamento estratégico. Essa é uma ferramenta fundamental para definir e prospectar clientes, definir investimentos e para estabelecer boas práticas alinhadas e padronizadas.

Por fim, o mercado de franchising no Brasil é regulamentado pela chamada Lei de Franquias. Em 2019, foi aprovada a Nova Lei de Franquias. A Lei nº 13.966/19 mantém vários pontos da original, com o diferencial de esclarecer outras questões que causavam dúvidas. Portanto, para investir em uma franquia, é preciso que você entenda melhor a legislação.

Procure também conhecer toda a legislação que regulamente a energia fotovoltaica no Brasil. E caso precise de ajuda nessa missão, conte com o Sebrae para escolher uma franquia de energia solar que funcione para você. Entre em contato com nossos especialistas e veja como podemos ajudar!

Agora que você já sabe os fatores a considerar para escolher uma franquia de energia solar,  se ainda houver alguma dúvida fale com um dos nossos especialistas no Atendimento Online, ligue para nossa Central de Atendimento no telefone 0800 570 0800 ou visite o Ponto de Atendimento mais próximo. Conte com o Sebrae!

Publicado em 23/10/2023 19:12

Tempo de leitura: 15min

Autores

Veja outros conteúdos sobre: Franquias
Lines
Central de Atendimento:
0800 570 0800

Copyright 2020 - SEBRAE MINAS

Logo Sebrae PlayLogo Sebrae